Nome Comum: Cágado-de-carapaça-estriada

Nome Científico: Emys orbicularis (Linnaeus, 1758)

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Testudines
Família Emydidae
Género Emys
Espécie E. orbicularis

Sinonímias: Emys orbicularis hispanica, E. orbicularis iberica, E. orbicularis occidentalis, Testudo europaea, T. orbicularis

Estatuto de Conservação: EN - Em Perigo

Trata-se de um tartaruga de água doce, que pode atingir os 17 cm de comprimento. A cabeça apresenta um padrão vermicular amarelo, sobre um fundo escuro. Nos olhos, a cor da íris dos machos varia conforme a região (e.g. amarela, acastanhada, vermelha), sendo que nas fêmeas é frequentemente amarela. A carapaça é rígida e abaulada e de coloração escura (acastanhada, esverdeada ou negra), com um padrão de estrias amarelas em cada placa escamosa; a zona ventral da carapaça (plastrão) é também escura, exibindo com frequência grandes manchas amareladas; nos machos, o plastrão é côncavo e ligeiramente mais curto e distante da cloaca. As patas são escuras e apresentam unhas fortes; a cauda é robusta. As fêmeas atingem frequentemente maiores dimensões.

Ocorre numa grande variedade de habitats aquáticos de água doce, temporários ou permanentes, tais como charcos, represas, albufeiras, rios ou ribeiros. Tem preferência por locais com pouca ou nenhuma corrente, com vegetação aquática abundante.

Em território nacional tem uma distribuição bastante fragmentada, sendo mais comum no sul de Portugal e mais rara a norte do rio Tejo. Ocorre com mais relevância nas bacias hidrográficas do rio Guadiana, entre os rios Mira e Arade e entre os rios Arade e Guadiana.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Parque Natural do Vale do Guadiana
Parque Natural da Serra de São Mamede




> Alteração/destruição do habitat e dos locais de reprodução (e.g. destruição da vegetação ripícola, intensificação agrícola)
> Captura para fins comerciais
> Destruição/perturbação de indivíduos
> Regularização de sistemas hídricos
> Introdução de espécies exóticas (competição)
> Isolamento geográfico
> Pesca/captura acidental
> Poluição (e.g. agrícola, industrial, urbana)

> Recuperação e preservação do habitat e dos locais de reprodução
> Controlo/erradicação das espécies exóticas invasoras competidoras
> Programas de reintrodução
> Reforço da fiscalização
> Campanhas de educação/sensibilização ambiental
> Controlo da poluição

Ligações Externas

Atlas dos Anfíbios e Répteis de Portugal (Loureiro et al., 2008)
Disponível no portal do ICNF

Livro Vermelho dos Vertrebados de Portugal (2005)
Disponível no portal do ICNF

Plano Sectorial da Rede Natura 2000 - Fichas de caracterização e gestão das espécies de Anfíbios e Répteis
Disponível no portal do ICNF

MITRA nature | ICAAM - Universidade de Évora
Biodiversidade da Herdade da Mitra

Projeto LIFE+ "Conservação de Charcos Temporários na Costa Sudoeste de Portugal" | LIFE Charcos

Projecto "Charcos com Vida"
B.I. do Emys orbicularis

Programa de headstarting de Emys orbicularis em Portugal: avaliação da qualidade dos juvenis.

Avaliação alimentar em Cágados-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis).

Autor: MVBIO Validado por: