Nome Comum: Estrela-do-mar-de-espinhos, Estrela-do-mar-verde

Nome Científico: Marthasterias glacialis (Linnaeus, 1758)

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Echinodermata
Classe Asteroidea
Ordem Forcipulatida
Família Asteridae
Género Marthasterias
Espécie M. glacialis

Sinonímias: Asteracanthion africanus, A. glacialis, A. webbianum, Asterias africana, A. angulosa, A. echinophora, A. glacialis, A. madeirensis, A. rarispina, A. spinosa, A. undulata, Asterias (Stolasterias) glacialis, Coscinasterias (Stolasterias) glacialis, Marthasterias africana, M. foliacea, M. rarispina, Stellonia angulosa, S. glacialis, S. webbiana, Uraster glacialis

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Estrela-do-mar bastante grande, geralmente com 35 cm de diâmetro (podendo atingir os 70 cm de envergadura), com um disco central pequeno e 5 braços finos e afilados. Cada braço tem 3 fiadas longitudinais de espinhos cónicos, esbranquiçados, envoltos por uma almofada de pedicelários (espinhos modificados utilizados na defesa e na predação). A cor do fundo é variável, podendo ser acastanhada, castanho-amarelada, cinza-esverdeada ou até roxa nas pontas dos braços.

É uma das estrelas-do-mar mais comuns no infralitoral ou no circalitoral, em fundos rochosos ou arenosos, até aos 200 m de profundidade. É uma espécie predadora, alimentando-se de moluscos e outros invertebrados.

Costa atlântica da Europa, desde a Islândia até ao arquipélago dos Açores. Ocorre também no mar Mediterrâneo.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina




Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

A fertilização em Marthasterias glacialis (Echinodermata, Asteroidea)

Determinação das proteínas diferencialmente expressas nos coelomócitos da estrela-do-mar (Marthasterias glacialis) durante 3 fases distintas da regeneração.

Phylogeography of the sea star Marthasterias glacialis (Asteroidea, Echinodermata): deep genetic divergence between mitochondrial lineages in the north-western mediterranean.

Autor: Jorge Araújo Validado por: