Nome Comum: Crisopa

Nome Científico: Chrysoperla carnea

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Insecta
Ordem Neuroptera
Família Chrysopidae
Género Chrysoperla
Espécie C. carnea

Sinonímias: Chrysoperla carneia

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Insecto de aspecto delicado, verde, com 10-15 mm de comprimento. As asas (25 mm) são membranosas, translúcidas, mostrando nitidamente a nervação. Olhos dourados. Antenas longas e filiformes. Os adultos possuem tímpanos por baixo das asas, que lhe conferem audição, em particular dos ultrassons emitidos por morcegos. São nocturnos e alimentam-se de néctar e pólen. As larvas (7-8 mm) são amarelo-esverdeadas ou acastanhadas. Possuem mandíbulas picadoras-sugadoras que lhes permitem capturar presas e aspirar o respectivo conteúdo, sendo predadoras de afídeos e cochonilhas, mas também de ovos de insecto, pequenas lagartas e ácaros. Os ovos são elípticos e esverdeados, suportados no extremo de um longo filamento.

As crisopas ocorrem preferencialmente na vegetação infestada de afídios e cochonilhas. Os ovos são depositados, isoladamente ou em grupo, nas folhas, na proximidade de colónias de futuras presas. As crisopas constituem um poderoso auxiliar no controlo de pragas e um agente privilegiado da luta biológica.

É uma espécie largamente distribuída. Em Portugal, encontra-se em todo o território.




Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Autor: Jorge Araújo Validado por: Jorge Araújo