Nome Comum: Salsaparrilha (bastarda), alegra-campo, alegra-cão

Nome Científico: Smilax aspera

Classificação Científica:
Reino Plantae
Divisão Magnoliophyta (Angiospermae)
Classe Liliopsida
Ordem Liliales
Família Smilacaceae
Género Smilax
Espécie S. aspera

Sinonímias: Smilax nigra, S. mauritanica, S. pendulina

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Trata-se de uma trepadeira (liana) perenifólia e espinhosa (no caule e nas folhas), comprida, que pode ultrapassar os 10 m de altura; a base é lenhosa. Folhas: cordiformes, coriáceas, agudas, espinhosas nas margens e sobre as nervuras, com duas gavinhas enroladas, juntas à base; por vezes surgem manchadas de branco. Flores: agrupadas em fascículos axilares (5 a 30), unissexuais, de cor branca a esverdeada. Fruto: baga globosa, primeiro verde, vermelha ou preta quando madura. Floresce de Agosto a Novembro.

Ocorre em bosques e bosquetes (rípicolas ou não), matagais ou pequenos matos com alguma humidade, sebes e muros velhos.

Autóctone de Portugal continental, distribui-se ao longo de quase todo o país, à excepção das regiões interiores do norte e centro do território nacional. Introduzida nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.



Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Ver descrição detalhada na Flora iberica (1986-2012)

Flora-On: Flora de Portugal Interactiva (2014) | Sociedade Portuguesa de Botânica.

MITRA nature | ICAAM - Universidade de Évora
Biodiversidade da Herdade da Mitra

Autor: MVBIO Validado por: