Parque Nacional da Peneda-Gerês

Foi a primeira área protegida criada em Portugal, sendo a única com o estatuto de Parque Nacional. Estende-se do planalto de Castro Laboreiro ao da Mourela, abrangendo as serras da Peneda, do Soajo, Amarela e do Gerês. O PNPG caracteriza-se pelo relevo bastante acidentado e pelos pronunciados declives, assim como pelos inúmeros afloramentos rochosos. Estas particularidades geomorfológicas, tal como as climáticas, permitem um coberto vegetal muito variado, de onde se destacam os magníficos carvalhais, os pinhais, os bosques de bétula ou mesmo os matos. Trata-se de uma região que, em tempos, albergou o urso-pardo, e que, actualmente, é um dos mais importantes territórios de abrigo do lobo-ibérico (Canis lupus signatus) em Portugal. É de destacar, igualmente, a sua importância enquanto lar de uma enorme diversidade de avifauna, herpetofauna e ictiofauna.

Adaptado do ICNF | Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P.